Patrocinado
Coisas-que-os-mestres-de-Dungeons-and-Dragons-odeiam

Coisas que os Mestres de Dungeons and Dragons odeiam

Coisas que os Mestres de Dungeons and Dragons odeiam

Os Mestres de Dungeons and Dragons são conhecidos por ficar com o trabalho mais pesado em uma mesa de RPG, com todo o trabalho que eles realizam, existem algumas coisas que os Mestres de Dungeons and Dragons odeiam. Assim como uma família, a sua party é algo semelhante, onde vocês acabam passando horas enfrentando criaturas, recuperando tesouros e arriscando a vida em algumas dungeons.

Patrocinado

Às vezes quando os jogadores estão interpretando seus personagens, pode ocorrer que algum deles fique insatisfeito ou magoado com alguma ação que ocorreu dentro do jogo. Assim como os jogadores podem se decepcionar com algo que aconteceu dentro do jogo, o mesmo ocorre com o mestre. Certamente isso é algo que não queremos que ocorra dentro das mesas de Dungeons and Dragons, para isso separamos algumas coisas que deixam os Mestres de D&D irritados.

Veja também: Criaturas que podem matar personagens instantaneamente.

5 – Conversas paralelas na mesa

Então, antes de abordar esse tema, vamos deixar claro que existem momentos de pausa e de descontração dentro de qualquer mesa de RPG. Todos os jogadores devem brilhar em uma campanha de Dungeons and Dragons, contudo existe o momento de cada um.

Patrocinado

Conversas paralelas pode atrapalhar jogadores e principalmente o mestre, que em algum momento pode perder o controle da partida ou o climax de sua narração, ou descrição de uma batalha, ou ambiente. Imagine que em um certo momento da partida, o clérigo do grupo conseguiu realizar uma intervenção divina com o seu deus, e simplesmente outro jogador começa a conversar com os demais, isso irá atrapalhar o mestre o jogador que precisa de destaque. É algo bem simples, em alguns momentos os jogadores devem fazer silencio e focar sua atenção em algum jogador específico. É uma pequena questão de cortesia.

4 – Não fazer anotações

Um bom mestre perde horas criando cenários e personagens carismáticos, existe o momento da apresentação de cada NPC. Todo esse trabalho tem como intuito, tornar sua experiência dentro do jogo mais imersiva e incrível do que o possível.

Veja: Maneiras para lidar com o Metagame em Dungeons and Dragons.

Contudo, se os jogadores não anotam algumas observações, detalhes, nomes ou até mesmo locais, se torna algo difícil de conduzir durante o percurso da aventura. Decerto isso é algo irrita e desanima a maioria dos mestres, pois é um sinal claro de desinteresse dos jogadores. Então nas próximas partidas comece a fazer anotações, pois em algum momento um NPC ou outro pode até ser esquecido de vez.

3 – Distraindo os demais jogadores

Esse é outro comportamento dentro das mesas de RPG que faz parte das coisas que os Mestres odeiam. Inegavelmente todos anseiam em ser heróis nas sessões de Dungeons and Dragons ou até mesmo resolver todos os problemas que se apresentam durante a aventura. Dungeons and Dragons é conhecido por ser um jogo de colaboração, em alguns momentos os demais jogadores serão a estrela da vez, e você não pode simplesmente procurar uma distração para ocupar seu tempo.

Empilhar dados, ficar no celular, fazer piadas com a atuação de outros jogadores e até ficar brincando com o grid. Algumas ações podem levar a distração dos demais jogadores dentro da mesa e isso provavelmente vai deixar o seu mestre irritado, pois o foco não será mais a partida e sim alguma coisa que você fez ou está fazendo. Então na próxima vez que for jogar, mesmo que não seja a sua vez, tenha atenção e não faça nenhuma distração.

2 – Personagens com backgrounds fracos ou até mesmo nulos

Você não precisa escrever uma página de conteúdo para ter um personagem completo. Um traço de personalidade, ideal, vínculo, falha e um punhado de lembranças e parentes amigos costumam ser mais que suficientes! Ninguém está pedindo para você escrever um livro sobre quem é seu personagem, de onde ela veio e o que ela quer realizar.

Um mestre espera que os personagens principais sejam tão reais quanto o mundo, esqueça aqueles background cliches onde um dragão atacou a sua vila, onde um vilão matou os seus pais, você não precisa de tudo isso para fazer parte desse mundo. Não faça também um background superficial apenas para jogar, quando mais superficial for sua história de fundo, menos o mestre focara no seu personagem.

Veja: Sempre peça o feedback dos seus jogadores em Dungeons and Dragons

1 – O grupo que não trabalha em conjunto

Dungeons & Dragons é um jogo de trabalho em equipe. Trata-se de heróis se unindo para vencer probabilidades intransponíveis. O fato é que mesmo os personagens mais poderosos não são páreos para um monstro de alto nível. Somente pelo trabalho em equipe e os poderes reunidos de cada classe que o mal maior será vencido. Todo mestre deve ficar revoltado quando escuta algum jogador que diz a seguinte frase: “Meu personagem venceria o seu muito fácil, vamos tirar um PVP, o meu personagem faz isso e isso”. Se você é um jogador que faz esse tipo de coisa, certamente já deixou o seu mestre com raiva, o conselho que eu te dou é: Procure voltar a jogar o seu videogame, lá você encontrara diversos PVPs.

Mesmo que o seu personagem não goste de outro personagem na mesa, de qualquer forma vai precisar da ajuda dele. Sendo assim lembre-se que Dungeons and Dragons é um jogo de trabalho em equipe.

Enfim, se você é um Mestre mais experiente, deixe nos comentários, coisas que seus jogadores fazem que te desanimam ou até te irritam.

Patrocinado