Patrocinado
Dungeons and Dragons lança duas novas subclasses inspiradas em Dragões

Dungeons and Dragons lança duas novas subclasses inspiradas em Dragões

D&D lança duas novas subclasses derivadas de Dragões para testes

Certamente, uma das melhores coisas que a Wizards vem investindo em Dungeons and Dragons é os materiais de testes. Sem mais delongas, vamos ao que importa. Recentemente a Wizards lançou duas novas subclasses derivadas, ou melhor dizendo, com uma temática de Dragões.

Patrocinado

As novas subclasses que estão disponíveis para testes são o Caminho do Dragão Ascendente para os Monges, e o Drakewarden para os Guardiões(Rangers). Então, às duas novas subclasses se concentram na formação de laços profundos com dragões, seja imitando seu poder dracônico ou formando um vínculo com um drake, uma forma mais fraca de dragão.

O Drakewarden, em particular, parece um Mestre das Bestas do Guardião, mas atualizado, com algumas habilidades particularmente interessantes focadas em lidar com danos.

Leia também: Conheça as 5 subclasses do Ranger de Dungeons and Dragons.

Patrocinado

Caminho do Dragão Ascendente

As características principais do Caminho do Dragão Ascendente é a capacidade de imbuir ataques desarmados, com os poderes draconicos, alterando assim o dano para corresponder ao de um sopro de dragão e para converter o ki em um sopro, com dano baseado nas artes marciais. Com níveis mais altos, esse monge é capaz de ganhar a habilidade de manifestar asas de dracônicas, dando-lhes a habilidade de voo. Com as asas, o Monge pode criar uma aura que concede uma resistência aos aliados escolhida pelo Monge. No nível 17º o Monge do Caminho do Dragão Ascendente ganha visão as cegas, causando danos recorrentes com o seu sobro.

Leia também: Descubra 10 coisas que você precisa saber sobre os Beholders(Observadores)

Drakewarden

Essa subclasse é uma versão modificada do Mestre das Bestas do Guardião, mas claro com algumas melhorias. Ao invés de um companheiro animal, o Guardião ganha um drake, uma espécie de dragão que pode ser controlado com uma ação bônus. O drake ganha uma imunidade a dano, a sua escolha, fogo, frio, relâmpago, acido ou veneno. Posteriormente, o drake ganha a habilidade de nadar ou voar, e no 11º Nível, tanto o Guardião quanto o drake ganham a opção de usar um ataque de sopro uma vez por longo descanso.

Quando o Guardião(Ranger) atinge o 15º nível, as coisas ficam melhores ainda, pois o seu drake se torna uma criatura grande, permitindo ser uma montaria e causando dano extra. O Guardião ainda possui uma reação que concede uma resistência temporária, para alguns danos, quando ele ou o drake sofrerem ataques.

Enfim, ambas as subclasses parecem ser bem interessantes, ainda mais por usar a temática dracônica. Se você quiser testar esse playtest com os seus jogadores ou grupo, o link para download do material é livre, direto do site da Wizards. Contudo, não esqueça de avaliar o material no site oficial, afinal de contas, essas subclasses podem ser um dia oficializadas em algum livro. O que achou dessas subclasses derivadas de Dragões? Compartilhe conosco a sua opinião nos comentários.

Via: Comicbook

Patrocinado