Patrocinado
Dark Alliance

Dark Alliance

Dark Alliance: O game realmente honra o legado de Dungeons & Dragons?

Dark Alliace quando teve sua data de lançamento e seu trailer divulgado criou uma chama de esperança no coração dos amantes de RPG, principalmente com o público de Dungeons & Dragons, afinal, o game se passa em seu universo. Convenhamos, é algo impossível um game digital conter tanta liberdade e parâmetros. Como o rpg de mesa aborda.

Patrocinado

Leia também:  Como criar vilões interessantes para RPG de mesa

Algo que deixou de desejar, mesmo sendo uma história já feita no universo de D&D Forgotten Realms, acredito que a grande essência do RPG de mesa é a liberdade em criar seu personagem, escolher sua raça e classe. O game já aborda personagens da história: Drizzt Do’Urden, Catti-brie, Bruenor e Wulfgar. Acredito que se tivesse a oportunidade de jogar no universo, mas com o leque de classes que D&D aborda já iria ajudar  o feedbeek com os fãs.

GamePlay

O game não tem nada de inovador em sua gameplay, basicamente segue o mesmo sistema que a maioria dos jogos. O cenário raramente tem interação, basicamente ou você pula na plataforma e fica atirando flechas de uma posição ou simplesmente fica no campo de batalha. Os monstros demoram 5 segundos para atacar. Os desenvolvedores queriam igualar como se fosse turno do RPG, mas isso não funciona bem com o game, fica algo muito parado como se a IA deles tivessem atraso.

Patrocinado

Para honrar o legado de Forgotten Realms é necessário arrumar a interação com o cenário e a liberdade dos personagens, não ficar algo tão travado, ter outras opções para abater seus inimigos além do confronto direto.

Monstros

Para um game da nova geração está muito atrás, os monstros são bem repetitivos, não interessa se a fase é de gelo ou no covil dos goblins, sempre serão o mesmo tipo. Fica algo bem enjoativo. Os desenvolvedores devem acrescentar skin de monstros diferentes e mais variedades.

Honrou o legado?

Falta muito para o jogo ser algo positivo para comunidade de D&D, porém, vale ressaltar que tudo é possível, com atualizações o game pode ficar algo imersivo o suficiente como uma mesa de rpg. Mas o jogo não é horrível, a proposta é interessante e observar o universo ganhando esse reconhecimento é incrível.

Falta bastante coisa? Com certeza! Mas vale dar uma oportunidade, afinal de contas o game está em seu começo.

Fonte: TheGamer

Patrocinado