Patrocinado
Johnny Depp não aceitaria oferta de retorno para Piratas do Caribe

Johnny Depp não aceitaria oferta de retorno para ‘Piratas do Caribe’

O ator Johnny Depp não aceitaria nenhuma oferta para retornar à franquia Piratas do Caribe.

Patrocinado

Eventualmente, Johnny Depp está participando de um julgamento com sua ex-esposa Amber Heard.

Depp está processando a estrela de Aquaman em US$ 50 milhões por acusações de abuso que ela fez em um editorial de 2018 publicado no Washington Post.

Então, na quarta-feira, 20 de abril, Johnny Depp estava no estande, relembrando que a Disney o descartou do sexto filme da saga.

Patrocinado

Nesse ínterim, o anúncio do afastamento ocorreu poucos dias depois do editorial de Amber Heard.

A Disney continuo a manter viva a presença de Jack Sparrow no passeio do parque temático, enquanto também continuava a vender mercadorias ligadas ao personagem.

“Eles não tiraram meu personagem dos brinquedos. Não pararam de vender bonecos do Capitão Jack Sparrow. Não pararam de vender nada. Eles só não queriam que houvesse algo atrás de mim que eles encontrassem.”

Quando indagado pelo advogado de Amber Heard, Ben Rottenborn, o ator reafirmou algo que disse em seu depoimento.

Ben Rottenborn: “O fato é, Sr. Depp, se a Disney chegasse a você com US$ 300 milhões e um milhão de alpacas, nada neste mundo o faria voltar e trabalhar com a Disney em um filme de Piratas do Caribe? Correto?”

Johnny Depp: “Isso é verdade, Sr. Rottenborn.”

Em suma, a franquia é baseada na atração original da Disneylândia de mesmo nome.

O primeiro filme, A Maldição do Pérola Negra, rendeu a Johnny Depp sua primeira indicação ao Oscar de Melhor Ator em um papel principal.

A saga é composta por cinco filmes, com sua última entrada, A Vingança de Salazar, que chegou aos telões em 2017.

Todos os cinco filmes arrecadaram um total de US$ 4,5 bilhões nas bilheterias globais.

Via: Heroic Hollywood

Patrocinado
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com