Patrocinado

Adaptações da 1ª temporada da série The Witcher

As adaptações de The Witcher na 1ª temporada

Na sexta-feira passada, a Netflix apresentou um teaser oficial da série. Mas você sabe quais são as adaptações da 1ª temporada?

Patrocinado

A princípio, a Netflix tranquilizou os fãs ao exibir que a série será dirigida entre bons caminhos.

Henry Cavill é o mais adequado para vivenciar o protagonista e como o trailer nos mostra, a caracterização não nega a ninguém.

Entretanto, para os leitores dos livros de Andrzej Sapkowski, grandes perguntas pairam na internet: como será o tratamento dos contos e a trama da primeira temporada?

Patrocinado

Adaptações da 1ª temporada

A abertura evidencia que, a produção tem intenções de conceber mais enfase na narrativa do bruxo.

A escolha é certa, pois, pequenos estilhaços da história refletem normas e personalidades do universo da obra.

Além do mais, serão eventos antecessores de personagens essenciais para os trilhos da série.

Estariam inclusos: Yennefer, Duny e Ciri, da qual a relação com Geralt é mencionada em ambas as coleções.

“Obviamente há algo épico que começa na saga dos livros, mas os contos entregam muita construção de mundo e explicam o que é o Continente, a parte política e também um entendimento do povo. Focamos bastante nisso na primeira temporada“, disse Lauren S. Hissrich à Entertaiment Weekly

A grande questão é, os contos não possuem tanto contato entre si.

É algo que acompanha o desenvolvimento da franquia, já que o escritor exibe Geralt e criou suas crônicas dentre algumas publicações no artigo polonês Fantastyka, ao decorrer de 1980.

Em suma, muito disso cede à algumas caracterizações do bruxo em se adaptar a várias situações.

É descrito como uma pessoa hábil e vende seus contratos tanto para vilas perseguidas por criaturas, quanto para a elite. Em síntese, confronta até mesmo maldições.

As compilações A Espada do Destino e O Último Desejo trabalham como programações procedurais, em companhia de que cada narrativa presta como Eventos da Semana para o mutante.

As opções de abordagem e a construção

Então, a série poderia formular essa abordagem, porém, com o ponto de estabelecer uma narrativa sequencial.

Dessa maneira, o andamento necessitará construir uma linha temporal mais singular dos acontecimentos, porém, poderia optar por perscrutar muitos flashbacks.

Uma das complicações é a personagem Ciri, ao tempo em que The Witcher 3: Wild Hunt ressalta a personagem amadurecida e já adulta, nos livros, é mostrado sua construção desde criança.

A conexão com Geralt cria-se em antecedência disto, quando o bruxo auxilia a família real de Cintra a se desprender de uma maldição e utiliza a Lei da Surpresa como contribuição, isso amontoando seu fado ao da menina no conto “Uma Questão de Valor”.

A prévia assegura que essa narrativa será adaptada, destacando Geralt protegendo Duny no salão de Cintra.

O enredo provavelmente não exibirá o trecho temporal a partir desse conceito, tornando-se um contexto que explorará a relação dos protagonistas.

Construir como as tramas utilizam seus contornos são um processo que leva seus devidos cuidados.

Então, resta crer que a finalização do desenvolvimento compreenderá como cada um alimenta a narrativa para o enredo, o universo e os próprios personagens. Senão, a realização final pode desencadear uma tramoia indecifrável. Confira o trailer aqui!

Patrocinado